Preprint / Version 1

CONTEXT EVALUATION: COLLECTIVE ANALYSIS OF EVALUATIVE INSTRUMENTS

##article.authors##

DOI:

https://doi.org/10.1590/SciELOPreprints.3643

Keywords:

context evaluation, early childhood education, teacher training, democratic participation

Abstract

The context evaluation is based on a participatory methodology that articulates two axes: i) “the negotiation of quality” and ii) “the promotion from the inside”, which combine self-assessment with external assessment, in a dialogic process of confrontation of viewpoints. The objective of this evaluation is to systematize hypotheses and projects for educational improvement based on the items evaluated. It is a reflective evaluation, in which the claims, concerns and questions of interest groups are the basis for determining the problematizations and necessary changes. It is a participatory and formative evaluation process organized in stages. The present work aims to analyze one of the stages of context evaluation, in its initial phase, in two context evaluation experiences: one carried out in Rio de Janeiro-RJ and the other in Pinhais-PR. This step consists in carrying out a critical analysis of the evaluation instrument carried out by the teachers together with the external evaluator. The entire process was recorded in audio, transcribed and analyzed, having as theoretical reference the studies of Bondioli and Savio (2015), Moro and Coutinho (2018), Corsino and Branco (2019), among others. It was observed that in the two contexts evaluated, throughout the evaluation process, the results showed the importance of analyzing the instruments for the teacher training process, due to the teachers' awareness of the aspects to be evaluated, as well as for the construction of common understandings in the teams, in a participatory, dialogic and democratic process.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Author Biographies

Jordanna Branco, Federal University of Rio de Janeiro

Pedagoga (2006), mestre (2012) e doutora (2019) em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - com doutorado sanduíche na Università degli studi di Pavia sob a orientação das Professoras Ana Bondioli e Donatella Savio (Bolsa Capes/PDSE) - e especialista em Educação Infantil (2008) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ).Atuou como professora (2006-2010) de Educação Infantil na rede pública e privada. Em 2014, dirigiu a Escola de Educação Infantil (2014) da UFRJ. Desde 2012 atua como professora no ensino superior na rede pública e privada. Atualmente, é técnica em assuntos educacionais na Faculdade de Educação da UFRJ. Integra ao Grupo de Pesquisa em Infância, Linguagem e Educação, coordenado pela Professora Patrícia Corsino, que compõe o Laboratório de Estudos em Linguagem, Leitura, Escrita e Educação - LEDUC, desenvolvido no programa de Pós-Graduação em Educação da UFRJ. Tem experiência na área de Educação, com ênfase nas discussões sobre infância; educação infantil; linguagem; políticas públicas; avaliação; laicidade; editoração científica em educação. (Texto informado pelo autor)

Catarina Moro, Federal University of Paraná

Professora Associada na Universidade Federal do Paraná junto ao Departamento de Teoria e Prática de Ensino e ao Programa de Pós-Graduação em Educação - Linha de Pesquisa: Educação: Diversidade, Diferença e Desigualdade Social, é pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Infância e Educação Infantil (NEPIE) na mesma Universidade. Coordena o Projeto de Extensão Educação Infantil: saberes e políticas em debate e a Revista Virtual de Educação Infantil - REVIREI. Foi Coordenadora do Curso de Especialização (lato-sensu) em Docência na Educação Infantil. É Bacharel e Licenciada em Psicologia, Especialista em Educação Infantil, Mestre em Psicologia da Infância e da Adolescência e Doutora em Educação pela Universidade Federal do Paraná. Entre 2015 e 2016 esteve vinculada ao Programa de Pós Doutorado no Exterior pela CAPES, sob orientação de Anna Bondioli e Donatella Savio, no Dipartimento di Studi Umanistici, da Università Degli Studi di Pavia. Atua principalmente nos seguintes temas: práticas educativas para/com a pequena infância, avaliação de contexto e políticas públicas em educação infantil.

Patrícia Corsino, Federal University of Rio de Janeiro

Graduada em Pedagogia, mestre e doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio. Foi professora e coordenadora pedagógica de Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental por 18 anos e desde 1997 é professora e pesquisadora universitária. Foi coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação-PPGE da UFRJ de 2014 a 2018, coordenadora do Fórum de Coordenadores de Pós-Graduação em Educação -Forpred da Região Sudeste (2014-2016), membro do Comitê Científico do GT 07 - Educação das crianças de 0 a 6 anos, da Anped (2016-2021), vice coordenadora do comitê científico da Anped ( 2019-2021). Atualmente é Professora Associada do Departamento de Didática da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ, professora do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE-UFRJ, coordenadora do Laboratório de Estudos em Linguagem, Leitura, Escrita e Educação - LEDUC e coordenadora do Grupo de estudos e pesquisa Infância , Linguagem e Educação. Desenvolve projetos de ensino, pesquisa e extensão nas seguintes áreas: Educação Infantil (políticas, práticas pedagógicas e formação de professores), infância e linguagem, alfabetização, leitura e escrita e literatura infantil.

Posted

03/04/2022

How to Cite

Branco, J., Moro, C., & Corsino, P. (2022). CONTEXT EVALUATION: COLLECTIVE ANALYSIS OF EVALUATIVE INSTRUMENTS. In SciELO Preprints. https://doi.org/10.1590/SciELOPreprints.3643

Section

Human Sciences