Preprint / Version 1

The dematerialization of school in the yet to come education:an analysis of contemporary discourses

##article.authors##

DOI:

https://doi.org/10.1590/SciELOPreprints.2505

Keywords:

Discourse, Information and Communication Technologies (ICTs), Demmuring of childhood, Education, COVID-19, Learning Society

Abstract

Our aim in this text is to analyze the effects of the reports on the dematerialization of school by Edgard Faure (1973) and by Jacques Delors (1998). This phenomenon has been accelerated by the COVID-19 pandemic. The agenda of both reports is centered around the encounter of education and Information and Communication Technologies, in close connection with audiovisual and internet resources. Our work hypothesis is that both the discourses around the learning society, one celebrating the use of new teaching techniques, and the other centered on the “demmuring” of childhood, converge as they operate the dematerialization of school, while the pandemic has created a context in which deterritorialization has become temporarily unavoidable. We highlight in our conclusion that, in the current urban context, informed by an idea of education in the sense that all artifacts are educational, learning has become the platform of the already “demmured” and dematerialized spaces-ambiances.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Author Biographies

Bruno da Mata Farias, USP

Mestre em Filosofia pelo Programa de Pós Graduação em Estudos Culturais da Escola de Artes, Ciências e Humanidades - USP, na área de concentração Cultura, Educação e Saúde. Especialista em Psicologia Política pela EACH-USP. Bacharel em Gestão de Políticas Públicas pela EACH - USP. Integrante do GEPSIPOLIM (Grupo de Estudos em Psicologia Política, Políticas Públicas e Multiculturalismo). Integrante do MIRAGEM (Grupo de Pesquisa em Culturas Visuais e Experimentações Geográficas). Integrante do grupo Competência em Informação e processos inter-relacionados. Trabalha na gestão pública como Gerente de Serviços para população de rua no Centro de Temporário de Acolhimento - Anhangabaú.

Valéria Cazetta, USP

Professora da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP). Possui graduação em Geografia, mestrado e doutorado na mesma área. Realizou estágio pós-doutoral em Didática da Geografia e Cartografia, na Universidad Politécnica de Madrid, Espanha (UPM), com bolsa de pesquisa Capes. Foi bolsista do Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD/Capes) com o pós-doutorado em educação pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Coordena o Grupo de Pesquisa em Culturas Visuais e Experimentações Geográficas, certificado pelo Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil, e integra a rede internacional de pesquisa ?Imagens, Geografias e Educação?. Atua como professora e orientadora credenciada no Programa de Pós-Graduação em Estudos Culturais da Universidade de São Paulo (USP). Desenvolve trabalhos de pesquisa multidisciplinares, na fronteira entre imagens (mapas, fotografias, tatuagens, imagens orbitais, desenhos e produção de narrativas audiovisuais), estudos culturais, geografia e educação. 

Ana Laura Godinho Lima, USP

Ana Laura Godinho Lima é professora da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. É licenciada em Pedagogia (1996), mestre (1999), doutora (2004) e livre-docente (2020) em Educação pela Faculdade de Educação da USP. Pesquisadora contemplada no Edital Sabático 2021, do Instituto de Estudos Avançados em parceria com a Pró-Reitoria de Pesquisa, com o projeto "Efeitos do Ambiente no Desenvolvimento Psicológico e na Educação: análise de discursos. Realizou, como parte das atividades do doutorado, um estágio de pesquisa na Universidade de Wisconsin-Madison, sob a orientação do Prof. Dr. Thomas S. Popkewitz. É professora da área de Psicologia da Educação. Suas pesquisas e publicações inserem-se nos campos da Psicologia da Educação e da História da Educação e dedicam-se à análise dos discursos especializados da psicologia sobre a criança e sua educação a partir da perspectiva de uma histórica. Participa dos projetos de pesquisa interinstitucionais "Exclusão escolar na escola brasileira: persistências e resistências (1920-2020)", "O ensino de história da educação em perspectiva comparada: formação de professores, programas de ensino e manuais disciplinares no Brasil e em Portugal (sécs. XIX e XX)" desenvolvidos com financiamento do CNPq e é pesquisadora associada ao Projeto Temático FAPESP que tem como título SABERES E PRÁTICAS EM FRONTEIRAS: por uma história transnacional da educação (1810-...).

Posted

06/18/2021

How to Cite

Farias, B. da M., Cazetta, V., & Lima, A. L. G. (2021). The dematerialization of school in the yet to come education:an analysis of contemporary discourses. In SciELO Preprints. https://doi.org/10.1590/SciELOPreprints.2505

Section

Human Sciences

Plaudit